Marianne Franke-Gricksch

BIOGRAFIA

Professora, naturopata, psicoterapeuta, professora de estudos avançados na Sociedade Alemã de Constelações Sistémicas (DGfS); 28 anos de ensino em escolas, principalmente de nível médio; aconselhamento individual, aconselhamento de casais, aconselhamento de pais, seminários para constelações familiares: ensino avançado em Pedagogia Sistémica com professores, pais e alunos; trabalha com constelações familiares e ensinamentos avançados, para professores, em muitos países estrangeiros;

Livro: “You are one of us!” (És um de nós!), Soluções e Percepções Sistémicas para Professores, Alunos e Pais, Carl Auer Verlag Heidelberg, 2012

80805 München, Osterwaldstr. 153

Email: marianne-franke@t-online.de

Site: www.marianne-franke.de

WORKSHOP

“Como as crianças e os alunos reconciliam o apego ao seu sistema familiar, com a sua vida no jardim de infância e na escola, e os
diferentes requisitos associados a tudo isto.”

Falará e demonstrará como os alunos conseguem harmonizar o amor e as regras do sistema familiar vivo de onde vêm, com o sistema social da escola com tudo o que tem de novo, muitas vezes regras diferentes e vários requisitos.

PALESTRA

Angélica Olvera García

BIOGRAFIA

Estudou Engenharia Química na UNAM e Ciências Humanas na ASEC SOR JUANA (CUIH). Conta também com especialização e mestrado em Pedagogia e Formação Docente pela UNIVERSIDAD MULTICULTURAL DE GRUPO CUDEC®.

É historiadora e terapeuta sistémica em Constelações Familiares; com formação em Gestalt, em Programação Neurolinguística, Psicologia Transpessoal, Psicologia Comunitária e Terapia Breve Estratégica de G. Nardone, Mecânica Quântica e Física Relativista.

Criadora da Pedagogia Sistémica CUDEC® baseada nos princípios de Bert Hellinger; autora de “El éxito es tu historia” (2009) e “Talento Transgeneracional” (2011); coautora com Bert Hellinger em “Inteligência Transgeracional: Sanando las heridas del passado” (2010).

É coautora em “Sintonizando las miradas” (2011) e de “Raíces, vínculos e asas” (2012).

Atua há mais de 30 anos na docência e foi premiada internacionalmente.
Ministra formações em muitos países.

Esteve junto a Bert Hellinger, desde 1999, até à sua morte em 2019.

Ana Paula Ribeiro

BIOGRAFIA

Licenciada em Contabilidade e Administração; Terapeuta Transpessoal, desde 2012; Facilitadora de Constelações Familiares Sistémicas, desde 2013;

Hipnoterapia e Regressão; Eneagrama; Transgeracional; Análise Transacional; WS de Experiência Somática Healing Trauma e WS Expressão das Emoções.

2017- Constelações Pais & Filhos e
Seminário de Constelações Familiares com Gerhard Walper, da Hellinger Schule.

Formação em Constelações Estruturais com Guillermo Echegaray.

Palestrante, desde 2013, em vários eventos de Terapias Alternativas e Sustentabilidade, como Green Fest (Estoril), Encontro de Alternativas de Sintra, Feira Alternativa do Porto e Lisboa

Participante anual em retiros de meditação Vipassana, Voluntária da Nuvem Vitória, lendo histórias a crianças em contexto hospitalar.

PALESTRA

Pedagogia sistémica no seio familiar como motor de consciência, mudança e felicidade

Um espermatozoide encontra um óvulo e daí nasce um ser humano.

Este ser é constituído por células que vieram dos seus pais e que têm toda a informação genética dos progenitores e da sua família, que vinculam este ser ao seu sistema familiar.

As crianças são seres muito leais à família, pois necessitam desta lealdade, muitas vezes inconsciente, para sobreviverem. Elas necessitam de dar continuidade à linguagem do seu sistema, para sentirem que pertencem.

A imagem interna que têm da sua família nuclear é, muitas vezes, desconhecida da própria família.

As crianças e os adolescentes têm muitos desafios comportamentais, emocionais, psicológicos e físicos e, nem sempre os pais sabem como lidar ou já tentaram diversas maneiras sem grandes resultados.

As constelações familiares podem ajudar a compreender e libertar o que está por detrás desses desafios, desses bloqueios, transformando a vida das crianças/adolescentes e dos pais.

Nesta intervenção, vou dar a conhecer o trabalho sistémico que tenho feito com crianças, a partir dos 2 anos, com a presença e colaboração dos pais, o que tenho descoberto e os resultados da adoção deste método, na mudança de comportamento familiar, levando a uma alteração do comportamento da criança, em várias áreas, incluindo a escola.

Antonia del Castillo

BIOGRAFIA

  • Licenciada em Biologia, e Professora de Secundário, durante 31 anos.
  • Discípula e colaboradora de Claudio Naranjo no programa SAT.
  • Mestre em Pedagogia Sistémica pelo Institut Gestalt de Barcelona e pelo CUDEC do México.
  • Formada em Constelações Familiares com Bert Hellinger.
  • Membro Didático da AECFS (Associação Espanhola de Constelações Familiares e Sistémicas).
  • Diploma em Constelações Familiares e Sistémicas pela Université Europeenne Jean Monnet A.I.S.B.L. (Bruxelas), formada em Terapia Gestalt.
  • Membro aderente da Associação Espanhola de Terapia Gestalt.
  • Cofundadora da La Montera, Aula de Gestalt para psicoterapia e artes do espetáculo.
  • Coordena as atividades e programação desta Aula, sendo diretora e docente das formações em Constelações Familiares e Pedagogia Sistémica.
  • Docente no Mestrado de Medicação familiar na Universidade de Sevilha.
  • Aconselha em diferentes centros de professores e ministra cursos em Espanha, Brasil, Colômbia, Argentina e Itália.

PALESTRA

A pedagogia sistémica, uma ferramenta para a comunidade educacional

WORKSHOP

Pedagogia sistémica: uma atitude inclusiva e amorosa para a educação

Todas as pessoas que fazem parte de um sistema escolar pertencem primeiro a um sistema familiar. Dentro deste sistema familiar é onde os primeiros laços são gerados, os mais duradouros, nos quais as relações que moldam e sustentam a vida são sustentadas.

Reconhecer que esses vínculos geram lealdades, na maioria das vezes não visíveis, possibilitará compreender que em cada ação ou comportamento da criança há lealdade ao seu sistema familiar.

Quando uma criança é vista desde essa visão, sente-se reconhecida e digna, já que o que apareceu em primeiro plano como um erro, na verdade, é um ato de amor.

Esta visão pode ser adquirida. A pedagogia sistémica permite ( aos professores, a todas as pessoas que trabalham com crianças, adolescentes, jovens e em geral a qualquer pessoa que se dedique a uma profissão de ajuda) exercer-se no desenvolvimento dessa visão, que não fica no que aparece primeiro como um problema, mas vai além, para um lugar onde a solução é encontrada. Uma visão que dá confiança aos pais e filhos pais e dá tranquilidade aos professores e alivia-os de um fardo que, na maioria das vezes, não lhes corresponde.

A Pedagogia Sistémica facilita que se construa uma ponta de entendimento entre a família e a escola.

A educação a partir desta abordagem torna-se um ato de amor, uma aventura que desperta o entusiasmo diante este nobre ofício que é ensinar.

Amparo la Moneda

BIOGRAFIA

Iniciou a sua carreira profissional como Diretora numa Escola Infantil. Depois esteve, durante 10 anos, como Professora Primária e Psicomotricista Educacional. Formou-se em Psicoterapia da Psicomotricidade e associou-se à ASEFOP (Associação Europeia de Psicomotricidade) tornando-se então formadora de futuros terapeutas de psicomotricidade. Exerceu, durante 25 anos, terapia da psicomotricidade com famílias.

Combinou o meu trabalho com a formação em Psicopedagogia, Psicologia Social e posteriormente com a Pedagogia Sistémica e Constelações Familiares. Aos 61 anos realizou a Formação em Psicologia de Sistemas, no México.

Deu formação a adultos, em mais de 600 cursos para professores sob diferentes tópicos. Organizou 6 anuários de Psicomotricidade e 5 promoções (de 2 anos de duração) de Pedagogia Sistémica e Constelações Familiares na “Asociación A12”, criada na sua cidade de Saragoça.

Deu (e ainda dá) cursos de formação na sua especialidade (EL GENOGRAMA) em diferentes locais em Espanha: Bilbao, Vergara, Alicante, Tarragona, Madrid, Leão, Saragoça, Sevilha, Logronho, Navarra, no México e na Colômbia.

Dá consultas privadas a adultos, em escolas para pais e em centros de aconselhamento periódico com professores.

Escreveu vários artigos em revistas de Educação (AULA) e Psicomotricidade e escreveu dois livros no CUDEC (México) ” Vivir sobrevivir” e “Vivir con otra mirada”.

Combina o seu trabalho com voluntariado num centro de idosos com Alzheimer. 

PALESTRA

Na sua apresentação irá falar sobre uma das ferramentas que se aprende em Constelações Familiares e Pedagogia Sistémica: o Genograma e sua contextualização.

O Genograma com uma abordagem Hellingeriana modifica a nossa visão de vida, de acordo com as ordens de amor que Bert Hellinger nos trouxe. Ali podemos ver, se estamos localizados no nosso próprio sistema familiar ou não e que conotações ele tem para o nosso modo de ser na vida.

Depois de muitos anos de experiência com esta ferramenta (desde 2006) pode verificar as mudanças que as pessoas experimentaram, pois o facto de acompanhá-las para ver sua própria história, ajuda a reconhecer a sua atitude no relacionamento, não somente no ambiente familiar, mas também no social.

Quer partilhar as suas experiências com os profissionais que se dedicam ao acompanhamento de pessoas com dificuldades e aos próprios assistentes.

Joelma Duarte

BIOGRAFIA

  • Licenciada em Psicologia Clínica e da Saúde, pela Universidade Lusíada do Porto;
  • Doutoranda em Neuropsicologia pela universidade de Salamanca;
  • Especialista em Dificuldades de Aprendizagem;
  • Especialista em Hipnose e Regressão Clínica e em Renascimento;
  • Formação em Constelação Familiar, em Portugal, com a formadora Paula Matos (Espaço Psi); Constelação Organizacional – Cecílio Regojo (Talente Manager); Terapia Sistémica Familiar Integrativa (Alexandra Caymmi); Constelação Familiar (Hellinger Schuler na Alemanha) e Pedagogia Sistémica (La Montera, em Sevilla).

PALESTRA

Pedagogia sistémica: um olhar inclusivo entre família e escolas

A pedagogia sistémica com o enfoque de Bert Hellinger, traduz-se em um movimento educativo que reconecta os vínculos entre pais, docentes e alunos à favor da vida e ao serviço de algo maior. O enfoque sistémico nos permite  compreender que a escola é uma rede de interações de diferentes elementos que tornam possível o ato de aprender, os professores são apenas professores e saber estar no seu papel de educador honra os pais das crianças, por sua vez, quando os próprios pais estão no seu lugar em colaboração com a Escola dão a permissão para que os filhos possam ir além. Levar para o contexto educativo algumas das aprendizagens sistémicas permite um maior entendimento e pode ser libertador. A escola não é uma alternativa melhor do que a vida em casa, mas sim um enriquecimento e quando ambos interagem respeitosamente, otimizam recursos. Neste workshop poderemos olhar para a relação escola/pais/alunos de uma forma mais ampla e harmoniosa. Cada um no seu lugar trabalhando de forma colaborativa, respeitosa em função de criar seres humanos melhores, atuantes em uma sociedade mais humanizada e geradora de harmonia e bem-estar, quiçá, um dia quando a ciência da vida for compreendida por todos possamos ter escolas com esse olhar integrativo e multidimensional.